Residência Multiprofissional em Atenção Clínica Especializada Ênfase em Infectologia e Neurologia
Residência Multiprofissional em Atenção Clínica Especializada Ênfase em Infectologia e Neurologia
- Objetivo Geral 
Qualificar profissionais biomédicos, enfermeiros, fisioterapeutas e psicólogos para atuarem na atenção clínica especializada com ênfase em Infectologia e Neurologia aplicada à promoção da saúde, ao diagnóstico e manejo de pessoas com doenças infectocontagiosas em especial as arboviroses e prevenção de complicações neurológicas decorrentes desses agravos na rede pública de saúde.

- Objetivos específicos 
• Entender as políticas públicas de saúde
• Desenvolver competências e habilidades para o trabalho em equipe multiprofissional e interdisciplinar
• Desenvolver competências e habilidades específicas do núcleo de conhecimento das profissões nos níveis primário, secundário e terciário de atenção à saúde;
• Desenvolver competências e habilidades para aplicar o raciocínio clínico profissional na atenção clínica especializada com ênfase em infectologia e neurologia 
• Realizar ações educativas junto ao paciente e à família, que promovam a expressão e valorização do cuidado;
• Investigar a realidade assistencial, com vista à produção de conhecimento, à transformação desta prática e ao desenvolvimento de tecnologias próprias para o diagnóstico e manejo das arboviroses.
• Desenvolver atividades de gestão da atenção especializada articuladas à equipe multiprofissional; 
• Atuar em rede de atenção à saúde em consonância com as linhas de cuidado no Sistema Único de Saúde.
• Atuar na promoção, proteção, recuperação e reabilitação na atenção clínica especializada em Infectologia e Neurologia.
• Fomentar ações que busquem promover a saúde frente a tríplice epidemia
• Desenvolver ações humanizadas que busquem redução do impacto decorrente da hospitalização e ruptura com o cotidiano.
• Aplicar os princípios do acolhimento, humanização, vinculo, responsabilização, integralidade, resolutividade contribuindo para o desenvolvimento da autonomia do indivíduo com os dados da vigilância e no perfil local.
• Atual em equipe multiprofissional e interdisciplinar respeitando a identidade de cada profissional com a visão na integralidade da atenção
• Facilitar vínculos entre paciente, equipe de saúde e família.
• Atuar com competência dentro de sua área específica, nas ações de prevenção, promoção, recuperação e reabilitação da saúde mediante a tríplice epidemia
• Desenvolver habilidades de planejamento e execução, no seu âmbito de atuação, na recuperação e reabilitação mediante a tríplice epidemia.
• Atuar conjuntamente com os indivíduos para a garantia às pessoas com deficiência o direito ao diagnóstico e à intervenção precoce, realizados por uma equipe multidisciplinar.
• Compreender a estrutura funcional, organizacional e operacional da atenção básica, atenção secundária e instituição hospitalar reforçando o compromisso com o Sistema Único de Saúde.
• Realizar pesquisas e produzir conhecimentos que contribuam para o desenvolvimento do cuidado multiprofissional em áreas de risco para a tríplice epidemia e das práticas em saúde integradas ao SUS; 
• Atuar, em cooperação com a Vigilância Epidemiológica, de forma rápida e precisa para o diagnóstico laboratorial de arboviroses e de viroses emergentes e re-emergentes que tenham notoriedade e importância para a região central do Estado do Rio Grande do Sul.
• Atuar em cooperação com a vigilância ambiental local de modo a prevenir focos de infecção.

- Perfil do Profissional 
O profissional especialista em Atenção clínica especializada com ênfase em Infectologia e Neurologia, na modalidade de Residência, deve possuir uma visão humanista, crítica e reflexiva, pautada na premissa de que a atenção especializada nessas áreas do conhecimento objetiva a prevenção, promoção, diagnóstico e recuperação da saúde. Capazes de conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde da população com base no perfil epidemiológico nacional, regional e local em especial no combate a tríplice epidemia e ênfase na sua região de atuação, considerando os aspectos familiares, as dimensões fisiológicas, sociais, culturais, emocionais, éticas e políticas dos seus determinantes contribuindo para a vigilância em saúde direcionando essa atenção à rede pública de saúde em consonância com os princípios do Sistema  Único de Saúde. Capaz de atuar com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania em um contexto profissional e multiprofissional.

- Número de Vagas
Mínimo 4 
Máximo de 8 vagas anuais. 

- Formas e Critérios de Seleção 
 Edital anual de seleção pública 
 Prova teórica (eliminatória) 
 Análise de currículo (classificatória)

- Diretrizes Pedagógicas 
O Programa Nacional de Residência em Atenção Clínica Especializada em Infectologia e Neurologia será desenvolvido em 5760 horas, distribuídas em 60 horas semanais, sendo 40 horas de prática e 20 horas teórico-práticas. O programa terá duração de no mínimo 24 meses, com período de 30 dias de férias anuais. 
O conteúdo programático será desenvolvido por meio de atividades teóricas, teórico práticas e práticas e fundamentado nos eixos articuladores. As atividades teóricas acontecerão nas diferentes áreas temáticas, com a participação de alunos e professores nos módulos. Além disso, poderão ser convidados outros professores e profissionais como: representantes da comunidade, de programas de saúde, de entidades e instituições de saúde. 
As atividades práticas serão orientadas por tutores e preceptores. O preceptor que acompanhará o residente deverá ser no mínimo especialista. O preceptor que acompanhará o residente na atenção especializada em Infectologia e Neurologia tanto com o cliente quanto com a sua família deverá ser especialista na área da saúde. A proporção de preceptores/residentes não deverá exceder 1 para 5. 
A prática será desenvolvida nos cenários de Atenção à Saúde quais sejam Rede Básica do Município, Rede Hospitalar e Laboratórios de Prática do Centro Universitário Franciscano.  A escolha dos locais para o desenvolvimento da prática assistencial deverá obedecer aos seguintes critérios: ter demanda suficiente e condições físicas e de materiais que possibilitem o ensino em serviço de qualidade loco regional.
Serão utilizadas metodologias ativas, por meio de técnicas individuais e grupais de ensino utilizando: aula expositiva dialogada, atividades em ambiente virtual de ensino, simulação e vivências, pesquisa bibliográfica individual ou em grupo, realização de seminários, estudo dirigido, aula teórico prática e estudo de caso. 

- Supervisor do Programa: Cláudia Zamberlan
E-mail: claudiaz@unifra.br ou claudia_zamberlan@hotmail.com
Telefones: Comercial: (55) 3025-1202